Arquivo | março, 2010

Invertendo os papéis…

27 mar
Oi! E aí, como é que tá?!
No post de hoje eu resolvi falar sobre educação.
Apesar de não ser nenhuma psicóloga ou pedagoga, eu tenho percebido no dia-a-dia mesmo o quanto certos papéis estão invertidos na sociedade.
Há algum tempo, na época de escola dos meus pais por exemplo, os professores eram aqueles que tinham autoridade máxima em sala de aula, e isso incluía até mesmo dar umas “palmadas” nos alunos. Os pais, além de, na maioria das vezes, apoiarem essa atitude, ainda eram aqueles que exigiam lições de casa bem feitas e boas notas. O aluno tinha o simples papel de aluno, com todas as suas obrigações.
Claro que isso não era muito legal e muito menos didático, mas era assim e ponto.
Bem, mas o tempo passa né… E as coisas mudam, e muito.
Hoje nós vemos esses personagens ocupando espaços bem diferentes no teatro da educação.
O professor agora necessita de muito mais jogo-de-cintura pra lidar com as crianças e adolescentes em sala-de-aula. Os pais “superprotegem” seus filhos, apoiam suas atitudes mimadas, e impedem que a “tia” ou o “tio” exerça seu papel de educador dentro da classe.
Resultado: Alunos se achando o bam-bam-bã, pais comprando a briga dos filhos e professores cada vez mais estressados.
É isso aí…
Como eu disse, não sou nenhuma especialista no assunto e só tô apresentando aqui uma visão leiga e amadora da coisa.
Mas, cá entre nós, isso é ou não é verdade?!
 
 
Até a próxima…
 
Anúncios

Reconhecimento

19 mar
Oi! Tudo certinho?
Bom, essa semana eu decidi passar por aqui um pouquinho mais cedo…Sabe por quê?
Simplesmente eu estava olhando as estatísticas do blog e me deparei com formosas 56 visitas na semana!!! Isso pra mim é quase um recorde, eu tenho que admitir, e me trouxe finalmente um pouquinho de reconhecimento né?! rsrs.
Reconhecimento. Todo mundo busca, vive pra isso a vida inteira. Se não é na vida pessoal, é na profissional, ou nas duas ao mesmo tempo.
As pessoas vivem se esforçando nos seus empregos pra ver se conseguem um aumento de salário; as mulheres fazem unha, cabelo, depilação, maquiagem, tudo, pra ver se alguém as elogia; as crianças tentam boas notas na escola pra conseguirem um bom presente no natal…
Todo mundo quer ser reconhecido, não é mesmo?
Assim o ser humano vai levando sua vida “terceirizada”, sempre esperando muito da terceira pessoa do plural, e pouco da primeira do singular.
E no fundo no fundo, isso não é legal…Nem um pouco, na verdade, já que é por causa dessa eterna busca por reconhecimento que as pessoas se decepcionam umas com as outras todos os dias…
Nós deveríamos simplesmente tentar entender que nem sempre seremos atendidos em nossas milhares de expectativas, e que isso deve servir de incentivo para acreditarmos mais em nós mesmos, esperarmos mais de nós mesmos, atendermos nossos próprios anseios, etc, etc, etc..
Isso evita muitos aborrecimentos (Experiência própria).
Mas enfim, em todo caso, eu adorei as 56 visitas…
Até a próxima.

E vamos nos surpreendendo…

13 mar
Boa Noite.
Ontem nosso país perdeu um verdadeiro Talento, no sentido literal da palavra. Um artista com o dom de fazer sorrir através de palavras e imagens: perdemos o cartunista Glauco.
E como ouço dizer por aí: “Aí sim, fomos surpreendidos novamente”. Nesse caso, fomos surpreendidos novamente com a capacidade que o Ser Humano tem de simplesmente não utilizar nada da sua capacidade intelectual, a única porcaria que realmente o diferencia dos demais animais…
O que dizer diante disso,hein?!
Eu só digo que o meu amor pela Bibi e pelo Toy (bichos de estimação) aumentou bastante…
Quer comprovar o que eu estou dizendo? Assista esse vídeo aí embaixo…Ele não tem nada a ver com homicídios, mas retrata muito bem a irracionalidade humana, e tem relação com o post anterior, ou seja, com o uso de pele de animais…
O vídeo é forte. Se você tem menos de 18 anos, não gosta de emoções demasiadas ou simplesmente é uma pessoa otimista, é melhor não ver.
Até a próxima.
 
 
%d blogueiros gostam disto: