Entenda a crise no Egito

5 fev

crise no Egito

Somos Brasileiros, e, pelo menos desde o fim da Ditadura Militar, não sabemos o que é perder o direito de decidir, democraticamente, quem vai governar o país.
Isso não é o mesmo que acontece em muitos países árabes, como o Egito.
Desde 1981, praticamente 30 anos, que um mesmo homem governa o país: Hosni Mubarak. A vontade do povo ficou totalmente anulada nessas últimas três décadas.
E, como se perder a capacidade de decisão já não bastasse, a população egípcia ainda vive uma crise que a assola em vários sentidos: pobreza, desemprego, corrupção, fraudes eleitorais e muita repressão.
Conclusão: Uma mobilização na internet conclamando um “dia de revolta” e milhares de pessoas nas ruas reivindicando a saída de Mubarak e uma garantia de que o filho dele, Gamal, não seja o próximo presidente.
Pra um país de tamanha relevância no Oriente Médio isso não é nada bom: O Egito é um dos poucos a ter um Tratado de Paz com Israel e mantém importantes contatos com países como os EUA.
O medo desses países, inclusive, é que essa instabilidade no governo egípcio possa incitar em outros países de governo autocrático uma mesma revolta, pondo em risco, assim, a já instável paz do Oriente médio.
Sob os fortes protestos, entretanto, Mubarak tem tentado “acalmar a situação”: ao longo dos seus 81 anos de idade, o presidente disse, em um canal de televisão egípcio, que não irá concorrer às próximas eleições. Também nomeou um novo Primeiro-Ministro, Ahmed Shafiq, para fazer reformas democráticas e aumentar o número de empregos.
É uma tentativa de sair do governo com algum saldo positivo.
Desde o início da crise, muitas ações das principais Bolsas do mundo caíram, além de ter subido o preço do petróleo.
Não se sabe ainda como isso tudo vai terminar. Só uma coisa é certa: a União realmente fez a Força e a Autocracia Mubarak está com os dias contados.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,entenda-os-protestos-e-a-crise-no-egito,674332,0.htm

http://noticias.r7.com/internacional/noticias/entenda-a-crise-no-egito-20110129.html

Até a próxima.

Uma resposta to “Entenda a crise no Egito”

  1. Igor Ferrarese Ramos 05/02/2011 às 2:52 AM #

    Olá Vâninha! Eu passei a entender muito melhor a situação lá no Egito a partir de hoje. Seu talento está transbordando mais e mais cada dia que passa! Parabéns pelo novo post! Beijoss, Eu Te Amo!!! ;))

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: