A revolução dos bichos: uma fábula do poder

22 jun

Pra começar o post, meus singelos pedidos de desculpas pelo tempo ausente. Um dos motivos foi mesmo a falta de inspiração e de criatividade pra criar algo legal. Eu geralmente escrevo sobre as coisas que mexem mesmo comigo e isso não vinha acontecendo há algum tempo.

ImageNos últimos três dias, li um livro. Um dos clássicos da literatura universal, do tipo “livros que você deve ler antes de morrer”: A revolução dos bichos, de George Orwell.

É um livro relativamente pequeno, de 103 páginas, com um tipo de leitura que flui, desliza mesmo, como quando a gente lê um conto de fadas. A propósito, A revolução dos bichos é vista como uma fábula do poder que, inclusive, foi lida por crianças, filhos de muitos dos contemporâneos de George Orwell.

Com uma história de fácil entendimento, que faz analogias à ditadura de Stalin, pode-se dizer que é um enredo atemporal. Noções de proletariado, burguesia, direita e esquerda, abusos de poder e repressão são tratadas de forma didática, através de alusões a episódios ocorridos durante a Revolução Russa.

Como citado anteriormente, li A revolução dos bichos em três dias. Não apenas pela facilidade de leitura e pelo enredo interessante, mas pelo misto de sensações que esse livro pode causar. Admiração, raiva, tristeza, revolta, tudo isso vai surgindo ao longo das páginas viradas. É como se fizéssemos uma releitura de tudo o que ainda vemos na política atual: todos os abusos de poder, os privilégios, as desigualdades sociais, a exploração dos trabalhadores. Com a única diferença de termos os nossos líderes representados na figura de porcos.Image

Abaixo, a sinopse do livro e, para aqueles que preferem assistir a ler, o filme A revolução dos bichos.

Cansados da exploração a que são submetidos pelos humanos, os animais da Granja do Solar rebelam-se contra seus donos e tomam posse da fazenda, com o objetivo de instituir um sistema cooperativo e igualitário, sob o slogan “quatro pernas bom, duas pernas ruim”.

Mas não demora muito para que alguns bichos – em particular os mais inteligentes, os porcos – voltem a usufruir de privilégios, reinstituindo aos poucos um regime de opressão, agora inspirado no lema “todos os bichos são iguais, mas alguns bichos são mais iguais que outros”. A história da insurreição libertária dos animais é reescrita de modo a justificar a nova tirania, e os dissidentes desaparecem ou são silenciados à força.

Instrumentalizada na época da Guerra Fria como arma anticomunista, A revolução dos bichos transcende os marcos históricos da ditadura stalinista que a inspirou e resplandece hoje, passados mais de sessenta anos de seu surgimento, como uma das mais extraordinárias fábulas sobre o poder que a literatura já produziu.

 

6 Respostas to “A revolução dos bichos: uma fábula do poder”

  1. David Gomes 21/10/2012 às 1:42 PM #

    Detestei esse livro, muito fictício e bobinho. Concordei com a expressao:”e um dos livros que voce tem que ler antes de morrer, porque ajuda bem a acelerar o processo! kkkkkkkkk

  2. Rodrigo 22/01/2013 às 9:10 PM #

    O livro é excelente. Com certeza o David não entendeu a grandiosidade das metaforas.

  3. Júlio César Simeão 18/02/2013 às 12:28 PM #

    Esse livro deve ser lido ao som do Album Animals do Pink Floyd. David não entendeu foi nada de nada. Isso ocorre muito no Brasil, analfabetos funcionais.

  4. vanialuciacoelho 20/02/2013 às 1:25 AM #

    Bom, “A Revolução dos Bichos” é um clássico, porém, um pouco diferente dos outros que vemos por aí. Por ser um tipo de “fábula”, ele acaba confundindo os leitores que não estão cientes do contexto em que ele está inserido. É preciso saber a quê se referem as metáforas (imensamente carregadas de uma crítica política e social), senão realmente corre-se o risco de achar que o livro é “bobinho”. Obrigada pelos comentários. Voltem sempre.

    • Belquiz 27/02/2014 às 2:14 PM #

      Exatamente. Livro sugerido para leitura por minha prof. de Direito da cadeira “Ciência Política e teoria do Estado” para debate em aula.

  5. lu 26/03/2013 às 10:18 AM #

    ja vi o filme,achei bem legal ;D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: