Tag Archives: talento

Erin Brockovich – Uma mulher de talento

26 dez

De vez em quando, quando o sono não bate e existe uma TV à disposição, pode ser que um “corujão” qualquer seja uma boa pedida. Claro que as chances de se assistir a um bom filme são pequenas, a começar pela dublagem. A propósito, filmes dublados devem ser perfeitos mesmo só para aquelas pessoas com uma capacidade nata de ouvir e entender frases rápidas (capacidade que, por sinal, eu não tenho).

Críticas  à parte, foi num desses corujões que eu assisti a um bom filme: “Erin Brockovich – uma mulher de talento”, com a grande Julia Roberts.

Como eu não sou nenhuma crítica de cinema nem especialista em nada, não posso dizer com total propriedade que a atuação da Julia foi espetacular. Mas, como mera espectadora, eu digo que foi.

A personagem interpretada por Julia, Erin Brockovich, é a típica mãe-solteira dona-de-casa. Uma mulher aparente sem nenhum talento especial, divorciada de dois maridos, desempregada, e com três filhos pra criar.

O “azar” é tanto que ninguém espera que acontecimentos aparentemente tão ruins como um acidente de carro e uma causa perdida no tribunal fossem proporcionar à Erin a oportunidade de revelar todo o seu talento, no sentido literal da palavra. E quando digo no sentido literal é porque é raro ver nos filmes, pra começar, protagonistas mulheres, que dirá protagonistas mulheres que se revelam inteligentes e racionais, e não apenas sensuais ou movidas por emoção.

A propósito, enquanto eu assistia “Erin Brockovich – uma mulher de talento”, eu me lembrei de filmes como “Uma mente brilhante”, “O talentoso Ripley” e “Prenda-me se for capaz”, todos protagonizados por homens, claro.

Machismos à parte, esse filme revela lições estritamente ligadas à pré-conceitos, superação e como a mulher também pode exercer seu lado intelectual sem necessariamente agir como um homem e perder sua personalidade e seus outros papéis na sociedade. É o típico “act like a lady, think like a boss”.

Entre outras coisas, Erin Brockovich arranca boas risadas com seu jeitão todo grosseiro, seu estilo extravagante e suas tiradas totalmente sarcásticas e inteligentes.

E, como se não bastasse, o filme é baseado em uma história real.

Fica a dica. Para homens e mulheres.

Anúncios

Livros, Arte e Educação: Pedro Bandeira

13 jul

Autor de sucessos como “A droga da obediência”, Pedro Bandeira foi um menino pobre, órfão de pai, que teve a chance de estudar num período da história brasileira marcado pela exclusão. Como também não podia deixar de ser, apaixonou-se desde muito cedo pelo Universo dos livros (em especial pelas aventuras de Monteiro Lobato).

Isso e ainda mais é o que Bandeira conta nesse vídeo que mostra a primeira parte de sua visita à Biblioteca de São Paulo:

Para ser escritor, necessariamante, você deve antes ser um bom leitor. Porém, mesmo que não se chegue a escrever livros, ter um domínio da língua e saber passar idéias para o papel traz benefícios para qualquer profissão.

É essa a filosofia que Bandeira adota ao aconselhar os aspirantes a autor. Esse também é um pequeno trecho da 2ª parte de sua palestra à Biblioteca de São Paulo:


Pedro Bandeira ator?

Sim, e nesse último vídeo você pode assistir a uma interpretação desse autor-ator contando uma história de Pedro Malazartes:

Parabéns ao Pedro Bandeira e Parabéns à Biblioteca de São Paulo!

Até a próxima.

“Um menino e um violão”

3 fev

Essa nova versão de “um barzinho e um violão” apresenta Sungha Jung, um sul-coreano de 13 anos que simplesmente “arrasa” com seu instrumento.

Pra se ter noção, o garoto já alcançou a marca de 13 milhões de acessos em um dos seus vídeos no YouTube (em que ele toca o tema de “Piratas do Caribe”) e já foi, inclusive, parabenizado pela Yoko Ono pela sua interpretação da música “All you need is love” , dos Beatles.

Bem, não há forma de duvidar do talento de Sungha Jung. Em especial porque ele aprendeu apenas por escutar o pai tocando; e tem a capacidade de tirar as músicas “de ouvido”. Talento nato.

Pra matar a curiosidade de quem ainda não conhece a arte desse menino, aí vão dois vídeos: No primeiro, Sungha toca o tema de “Piratas do Caribe”, que lhe rendeu os já comentados 13 milhões de acessos. No segundo, “Billie Jean”, do também fantástico Michael Jackson. Continue lendo

Talento é hereditário.

10 jan

E a internet vai mais uma vez revelando seus talentos…
Dessa vez os escolhidos foram Jorge e Alexa Narvaez. Pai e filha juntos provando que dom é passado de geração para geração.
Assista, surpreenda-se e se apaixone pela fofa e talentosa Alexa:

Ahh, pelo que eu andei pesquisando, o pai é solteiro e faz bicos como cantor para poder pagar seus estudos na Universidade da Califórnia. Além disso, é compositor e fotógrafo. E tem outra filha também.
Abraços e até a próxima.

%d blogueiros gostam disto: